quinta-feira, 13 de junho de 2013

Geofísica de Poços

Geofísica de Poços


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que é Geofísica de Poços
O termo Geofísica de Poços é usado em todo mundo, em geral,  para relacionar qualquer tipo de perfil de poço, seja elétrico, acústico ou sísmico, incluindo VSP (Perfil Sísmico Vertical), Check Shot, perfis a cabo e aqueles corridos durante a perfuração (LWD).
No Brasil, o termo Sísmica de Poços se relaciona, mais genericamente, aos métodos sísmicos de poços (VSP e Checkshot ) e dessa forma aqui serão tratados.
A técnica VSP possui uma característica importante por apresentar um maior poder de resolução vertical, em relação à sismica de superfície, por registrar o campo de onda ascendente muito próximo às camadas sedimentares.
========================================================
Texto_GP_001_20/01/2013
Há razões físicas fundamentais que suportem o sucesso de técnicas sísmicas aplicadas ao longo de uma perfuração de um poço, podendo-se gerar respostas potencialmente melhores do que as de técnicas convencionais aplicadas na sísmica de superfície.
Registram-se progressos técnicos importantes relacionados a complexidades e benefícios do check-shot (WST) e sismogramas sintéticos a partir de perfis sísmicos verticais (VSP).
VSPs de três componentes, VSP offset, e extrapolação e descrição de parâmetros litológicos nas formações geológicas em torno de um poço, são algumas das vantagens dessas técnicas.
Atualmente VSPs são executados em poços para ajudar na correlação de dados sísmicos de superfície.
Análises de velocidades em poços, comumente chamados de tiros de verificação ou tiros de controle (check-shot), são muitas vezes expandidas para VSP, uma vez que os custos de aquisição adicionais são relativamente pequenos.
Um display final típico dessas ferramentas é mostrado abaixo, juntamente a um perfil de velocidade e um sismograma sintético.

 Texto_GP_001_20/01/2013