terça-feira, 2 de julho de 2013

TECTOSSILICATOS - GRUPO DOS FELDSPATOS - GRUPO DO PLAGIOCLÁSIO

GRUPO DO PLAGIOCLÁSIO
No diagrama acima, podemos diferenciar composicionalmente os diferentes plagioclásios, a anortita é um mineral cálcico e de maior temperatura. A albita é mais sódica, e de menor temperatura.
A palavra plagioclásio deriva do grego plagios (oblíquo) + klasis (fratura), porque ao contrário de outros feldspatos, tem ângulo entre as clivagens diferentes de 90º e, representa um grupo de minerais, representantes de uma solução sólida, que possui a formula geral (Ca, Na)Al (Al,Si)Si2O8 e é constituída por: albita, oligoclásio, andesina, labradorita, bytownita e anortita. Constitui a série mais freqüente dos minerais, sendo que os plagioclásios de alta temperatura ocorrem em algumas rochas vulcânicas, enquanto que a série da albita-anortita de baixa temperatura se encontra na maioria das rochas plutônicas, é freqüente nas rochas metamórficas e é vulgar em sedimentos, tanto na forma de minerais primários como autígenos. Possuem simetria triclínico com tetraedros de (Si,Al)-O formando um esqueleto tridimensional, com os grandes espaços intersticiais preenchidos por ions Na e Ca. As estruturas em seus pormenores são complexas e variam de acordo com a composição química, as condições de cristalização e a história térmica.
Alterações: Os plagioclásios são susceptíveis à ação de solução hidrotermal, sendo as variedades mais sódicas mais resistentes, porém menos que o microclínio. Os plagioclásios mais cálcicos  perdem Ca e Al, gerando albita e normalmente pequenos cristais de epidoto, sericita, carbonato e, às vezes também clorita, gerando aspecto poiquilítico, recebendo o nome de saussurita (processo de saussuritização). A alteração também pode gerar escapolita, prehnita, zeólitas, alofano, montmorillonita e caulinita.
Os cristais de plagioclásio freqüentemente exibem zoneamento composicional, especialmente nas rochas vulcânicas, onde pode apresentar zoneamento normal com núcleo mais cálcico ou oscilatório, contínuo ou não. Na rochas metamórficas não são raros os zoneamentos inversos com bordas mais cálcicas.

Albita 
Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristal de albita
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Na1-0,9,Ca0-0,1)Al(Al0-0,1,Si1-0,9)Si2O8
Composição -  11.19 % Na2O, 1.07 % CaO, 20.35 % Al2O3, 67.39 % SiO2
Cristalografia -
Tríclinico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial positivo

Hábito -
Tabular
Clivagem - 
Perfeita em {010}, boa em {010} e má em {110}
Dureza -
6 - 6,5

Densidade relativa -
2,63
Brilho -
Vítreo a nacarado
Cor -
Incolor, branco ou esverdeado

Associação -
 Pode estar associada a minerais alcalinos, quartzo, muscovita etc.
Propriedades Diagnósticas -
Índice de refração menor que o do quartzo, biaxial (+) com 2V grande, birrefringência levemente superior à do quartzo, extinção entre 10°-22º, e associação mineralógica.
Ocorrência - Mineral típico de rochas magmáticas alcalinas e ácidas (sienitos, fonólitos, tinguaitos, traquítos, granitos, riólitos, pegmatitos graníticos ou sieníticos etc. Ocorre também em veios hidrotermais e em rochas metamórficas de grau baixo, de temperaturas inferiores a 480ºC e normalmente superior a 350ºC.
Usos - Vidrado de louças e porcelanas, fabricação do vidro, fabricação de porcelanatos etc.


Oligoclásio




Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristal de oligoclásio
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Ca,Na)Al (Al,Si)Si2O8
Composição -
  9,34 % Na2O, 4,23 % CaO, 23,05 % Al2O3, 63,38 % SiO2
Cristalografia -
Triclínico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial negativo

Hábito -
Prismático
Clivagem - 
Perfeita em {001}, boa em {010}e má em { 110} e {0-10}
Dureza -
6
Densidade relativa -
2,6 - 2,7
Brilho -
Vítreo a perláceo
Cor -
Amarelo, verde ou carne

Associação -
 Pode estar associado a outros feldspatos, granadas, biotita, muscovita e anfibólio.

Propriedades Diagnósticas -
Clivagem menos perfeita que a da albita e propriedades ópticas. Índice de refração quase igual ao do quartzo, ângulo de extinção da geminação de albita inferior a 10º.
Ocorrência -
Ocorre em granitos, monzonitos, granodiotritos, em menor quantidade em sienitos, tonalitos e dioritos. Rochas magmáticas, vulcânicas ou plutônicas ácidas a alcalinas e metamorfitos de grau médio, com temperaturas superiores a 480ºC.
Usos -
Vidrado de louças e porcelanas, fabricação do vidro.

Andesina 
Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristal de andesina
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Na0,7-0,5,Ca0,3-0,5)Al(Al0,3-0,5,Si0,7-0,5)Si2O8
Composição -  6,92 % Na2O, 8,35 % CaO, 26,57 % Al2O3, 58,16 % SiO2
Cristalografia -
Triclínico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial negativo

Hábito -
Tabular
Clivagem - 
Perfeita em {010}, boa em {010} e má em {110}
Dureza -
5 - 6
Densidade relativa -
2,6 - 2,7
Brilho -
Vítreo a nacarado
Cor -
Incolor, branco ou esverdeado

Associação -
 Pode estar associado a minerais de rochas básicas.

Propriedades Diagnósticas -
Índice de refração equivalente ou superior ao do quartzo, birrefringência pouco inferior à do quartzo e ângulo de extinção entre 12 e 27º.
Ocorrência - Rochas magmáticas vulcânicas e plutônicas, ácidas a intermediárias (basaltos, granitos, granodioritos, andesitos, tonalitos, riodacitos etc.) e rochas metamórficas de grau médio a alto, temperaturas normalmente superiores a 500ºC.
Usos - Cerâmica.

 Labradorita



Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristais de labradorita
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Na0,5-0,3,Ca0,5-0,7)Al(Al0,5-0,7,Si0,5-0,3)Si2O8
Composição -  4,56 % Na2O, 12,38 % CaO, 30,01 % Al2O3, 53,05 % SiO2
Cristalografia -
Triclínico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial positivo

Hábito -
Prismático
Clivagem -
Perfeita {010} e {001}
Dureza -
6 - 6,5

Densidade relativa -
2,7
Brilho -
Vítreo a nacarado
Cor -
Cinza a preta

Associação -
 Normalmente associada a piroxênios, olivina, anfibólio e carbonatos.

Propriedades Diagnósticas -
Relevo superior ao do quartzo, ângulo de extinção das lamelas de albita entre 28 e 40º.
Ocorrência - Rochas magmáticas básicas, efusivas ou plutônicas (gabro, basalto, noritos etc.) e rochas metamórficas de grau médio a alto ricas em cálcio (metamargas, granulitos, gnaisses calciossilicáticos etc.)
Usos - Quando azulada pode ser usada como gema; cerâmica.

 Bytownita
Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristais de bytownita em rocha
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Na0,3-0,1,Ca0,7-0,9)Al(Al0,7-0,9,Si0,3-0,1)Si2O8
Composição -
  2,25 % Na2O, 16,31 % CaO, 33,37 % Al2O3, 48,07 % SiO2
Cristalografia -
Triclínico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial negativo

Hábito -
Tabular
Clivagem - 
Perfeita em {010}, boa em {010} e má em {110}
Dureza -
6 - 6,5

Densidade relativa -
2,76
Brilho -
Vítreo a nacarado
Cor -
Incolor, branco leitoso, esverdeado, amarelo ou vermelho-carne

Associação -
 
Pode estra associada a piroxênios, olivina, anfibólio, carbonatos.
Propriedades Diagnósticas -
Geminações múltiplas de albita (010), Carlsbad simples (010); periclina de repetição (001). Birrefringência e relevo relativamente altos para feldspato, caráter óptico (-) e ângulo de extinção da geminação albita superior a 43º (todavia tem-se que tomar cuidado com a orientação dos eixos óticos para a obtenção da extinção).
Ocorrência - Praticamente está restrito às rochas metamórficas de grau médio a alto, de origem carbonática (margas e calcários impuros) ou que têm como protólito rochas magmáticas de natureza básica e rochas magmáticas básicas.
Usos - Vidrado de louças e porcelanas, fabricação do vidro, indústria cerâmica em geral.

Anortita 
Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 
Cristais de anortita
Direções ópticas e cristalográficas
Fórmula Química - (Na0,1-0,Ca0,9-1)Al(Al0,9-1,Si0,1-0)Si2O8
Composição -  0,56 % Na2O, 19,20 % CaO, 35,84 % Al2O3, 44,40 % SiO2
Cristalografia -
Tríclinico
        Classe -
Pinacoidal

Propriedades Ópticas -
Biaxial negativo

Hábito -
Tabular
Clivagem - 
Perfeita em {010}, boa em {010} e má em {110}
Dureza -
6 - 6,5

Densidade relativa -
2,76
Brilho -
Vítreo a nacarado
Cor -
Incolor, branco leitoso, esverdeado, amarelo ou vermelho-carne

Associação -
 
Pode estar associada a olivina, carbonato, piroxênios, anfibólios e biotita.
Propriedades Diagnósticas -
Geminações múltiplas de albita (010), Carlsbad simples (010),   periclina de repetição (001). Birrefringência e relevo relativamente altos para feldspato, caráter ótico (-).
Ocorrência - Praticamente está restrito às rochas metamórficas de grau médio a alto, de origem carbonática (margas e calcários impuros) ou que tem como protólito rochas magmáticas de natureza básica e rochas magmáticas básicas.
Usos - Pode ser utilizado na indústria cerâmica.