terça-feira, 23 de julho de 2013

Pesquisadores recuperam vértebras de cauda de dinossauro no México

No total, 50 vértebras completas foram encontradas em jazida de Coahuila.
Ossos fazem parte da única cauda articulada de dinossauro do México.


Pesquisadores mexicanos descobrem cauda completa de dinossauro, com 50 vértebras. (Foto: AFP Photo/INAH)Pesquisadores mexicanos descobrem cauda de dinossauro com 50 vértebras. (Foto: AFP Photo/INAH)
Após 20 dias de trabalhos, as 50 vértebras completas da única cauda articulada de dinossauro descoberta no México foram recuperadas em uma jazida de Coahuila junto a outros ossos, informou nesta segunda-feira (22) o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH).
Os restos pertencem a um hadrossauro de 72 milhões de anos. Embora a ossada em questão tenha sido encontrada em maio de 2005, os especialistas do INAH começaram a trabalhar nessa operação de resgate somente no último dia 2 de julho.
De acordo com o INAH, os profissionais conseguiram resgatar 50 vértebras da cauda, todas unidas entre si, tal como eram em sua origem, assim como ossos das extremidades e do quadril, entre outros.
O apêndice, com cerca de 5 metros e sob o qual se espera encontrar o resto do corpo, equivale à metade de um dinossauro cujo comprimento total é calculado em 12 metros, comentou Felisa Aguilar, especialista da INAH e diretora da escavação junto a René Hernández, da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM).
A paleontóloga também exaltou a importância deste esqueleto encontrado , já que, segundo ela, é muito raro encontrar este tipo de exemplares com a maioria de seus ossos unidos.
A cauda foi encontrada no município de General Cepeda, a poucos quilômetros de dois dos sítios arqueológicos mais importantes de Coahuila.
Antes de ser montada e exposta, a ossada do hadrossauro será transferida por partes a um laboratório montado no município de General Cepeda para limpeza e identificação.