sexta-feira, 12 de julho de 2013

TEXTURA DAS ROCHAS METAMÓRFICAS

TEXTURAS
expbul1a.gif (699 bytes) Nas rochas metamórficas as texturas desenvolvem-se em função do crescimento dos minerais (blastese) e da deformação que, normalmente leva a cominuição dos cristais e orientação (fragmentação, recuperação, recristalização, dissolução, neomineralização), como o metamorfismo, nos estágios iniciais, envolve nucleação seguida de crescimento mineral no estado sólido, ou seja, envolve blastese. O radical "blasto" é utilizado para designar a superposição parcial de textura metamórfica sobre as texturas sedimentares e magmáticas (blastopsamítica, blastosubofítica, etc.).
Em uma mesma rocha podemos encontrar mais de uma textura e termos transicionais entre essas. Quando isso ocorre, devemos citá-las e agrupá-las em um nome apenas. Texturas como granolepidoblástica ou lepidonematoblástica são comumente utilizadas nesse tipo de classificação.
Abaixo estão relacionadas as principais texturas presentes em rochas metamórficas:
Granoblástica
Ocorre quando a rocha apresenta minerais granulares sem orientação. A fotomicrografia ao lado mostra um quartzito com textura granoblástica; nicóis paralelos; aumento 40x.
Quartzito com textura granoblástica
Granoblástica poligonal
É um tipo de textura granoblástica, quando os grãos apresentam forma de mosaico e tiverem aproximadamente as mesmas dimensões, e os contatos entre eles possuírem interfaces retas e junções tríplices.
Lepidoblástica
É típica em rochas que apresentam minerais micáceos com orientação dada por biotita, muscovita, clorita etc. A fotomicrografia ao lado mostra textura lepidoblástica; nicóis cruzados; aumento 32x.
Textura lepidoblástica em xisto
Cristais orientados de silimanita em gnáisse
Nematoblástica
Está relacionada com a orientação de minerais prismáticos como piroxênios e anfibólios na rocha. A fotomicrografia ao lado mostra cristais de silimanita orientados (textura nematoblástica) em gnaisse; nicóis cruzados; aumento 10x.
Porfiroblástica
Este tipo de textura ocorre quando espécies minerais destacam-se em tamanho na matriz da rocha. A fotomicrografia ao lado mostra um megacristal de magnetita envolvido por cloritas esverdeadas em xisto; nicóis paralelos; aumento 32x.
Megacristal de magnetita em clorita xisto