quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Chevron multada por incidente na plataforma de prospecção no Soyo



Luanda - O Comité Técnico Executivo do Plano Nacional de Contingências contra Derrames de Petróleo no Mar decidiu multar a empresa petrolífera Chevron, após análise do relatório do incidente na plataforma do bloco 2, ocorrido no passado dia 1 de Julho, na província do Zaire.
 
Em declarações à imprensa, hoje (quarta-feira), após uma reunião de análise do relatório do grupo de técnicos, que se deslocou ao Soyo para o efeito, o secretário executivo do referido comité, Júlio Inglês, deu a conhecer que a Chevron será notificada e multada para de imediato dar início a negociações com a referida empresa sobre as infracções e a remoção do equipamento afundado.
 
A fonte fez saber que depois das acções acima impostas à Chevron "vai ser concretizado um plano de visitas de auscultação e auditoria às plataformas de petróleo e gás que operam no país, para avaliar os mecanismos de controlo, prevenção e monitorização ambiental".
 
Nesta senda, o Comité Técnico aprovou o plano de formação de inspectores para as áreas afectas ao Plano de Contingência Contra Derrames, visando o reforço da capacidade institucional, para intervenção no quadro de riscos e danos ambientais da especialidade.
 
O acidente com a plataforma de prospecção petrolífera da Chevron ocorreu no passado dia 1 de Julho no Soyo, província do Zaire.
 
Integram o Comité Técnico Executivo para Derrames os ministérios do Ambiente (coordenador), Petróleos, Finanças, Defesa Nacional, Interior, Serviço de Protecção Civil e Bombeiros e de Energia e Águas.