domingo, 13 de outubro de 2013

Aplicativo ajuda a encontrar áreas de mineração disponíveis


Empresas juniores de mineração estão sempre em busca de boas oportunidades, mas nem sempre é fácil encontrá-las. Pensando nisso, o geólogo Rafael Brant deixou de lado o trabalho de campo na serra da Borborema, se juntou a dois especialistas em TI e criou o website Jazida.com.
jazida-appO site cruza as informações do Sigmine [sistema do DNPM], do Cadastro Mineiro e do Diário Oficial para identificar os direitos minerários que estão vencidos ou perto do vencimento", conta Rafael, que sentiu na própria pele a dificuldade de encontrar informações sobre áreas disponíveis e, por isso, perdeu algumas oportunidades.
A empresa do geólogo, a Greenstone Consultoria Geológica, ainda está em processo de abertura, mas Rafael já pensa em como monetizar o website por meio da venda de anúncios, assinaturas para acesso e, principalmente, com a elaboração de relatórios técnicos.
"Primeiro, queremos ver a reação dos usuários, saber se eles acham o site útil. Depois, vamos iniciar algumas melhorias como a busca por substância e por proprietário", disse o jovem geólogo, formado pela Universidade de Brasília.
O website é bem simples. Há apenas um espaço para se inserir o número do processo. Se o processo é uma área que pode ser requirida, o alvará está próximo do vencimento, ou é recente, vai aparecer um resultado. Caso contrário, o website mostra uma mensagem informando que o processo não foi encontrado.
Para facilitar a busca, o sistema criado agregou as 360 substâncias que o Departamento Nacional de Pesquisa Mineral (DNPM) lista no Cadastro Mineiro em 11 grupos. Os resultados são indicados em um mapa que usa a última versão do Google Maps, com imagens digitais de relevos e outros recursos.